Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego (ESTGL)

Introdução

Criada pelo Decreto-Lei 264/99 de 14 Julho, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego entrou em funcionamento no ano lectivo de 2000/2001, com os cursos de Gestão e Informática e Gestão Turística, Cultural e Patrimonial. Em 2002-03 entrou em funcionamento o curso de Engenharia Informática e Telecomunicações, em 2004- 2005 os cursos de Contabilidade e Auditoria e Serviço Social, em 2005-2006 os cursos de Informação Turística e de Secretariado de Administração, em 2007/2008 o curso de Serviço Social Pós-laboral e em 2008/2009 o Curso de Contabilidade e Auditoria Pós-laboral.

A Escola é uma unidade orgânica do Instituto Politécnico de Viseu dotada de autonomia Administrativa, Científica e Pedagógica. Vocacionada para a formação inicial, em domínios científicos que mais directamente possam intervir na actividade dos sectores económico-produtivos da sua área de abrangência, as ofertas formativas na área do Turismo, Gestão, Contabilidade, Administração, Informática, Telecomunicações e Serviço Social, têm-se revelado apostas interessantes, não só para os cursos de regime diurno mas, cada vez mais, para os cursos que funcionam em regime pós-laboral e nocturno. A disponibilização destas formações em horários pós-laborais têm permitido captar novos públicos, o que constitui uma mais valia na qualificação e requalificação de activos. Também nesta vertente a oferta pós-graduações tem constituído uma outra área de formação com crescente procura, especialmente para todos aqueles que visam melhorar as suas qualificações face às cada maiores exigências do mercado de trabalho.

A ESTGL tem por missão:

a) Desenvolver global e equilibradamente, no aluno, competências intelectuais, culturais, de investigação e de actualização permanente ao longo da vida, visando uma qualificação de alto nível, numa perspectiva de sinergias entre as necessidades e as ofertas de formação, com vista à correcta integração do aluno no mercado de trabalho, num quadro de referência nacional e internacional;

b) Implementar, na Instituição, um modelo de Inovação e Excelênc educação, formação, investigação e intervenção na comunidade, valorizando as actividades dos seus docentes, investigadores e demais trabalhadores, estimulando a permanente formação intelectual e profissional dos seus estudantes numa lógic condições para que todos os cidadãos devidamente habilitados possam ter acesso ao ensino superior, integrando uma perspectiva de formação ao longo da vida ajustada aos novos desafios;

c) Promover a mobilidade de estudantes e diplomados quer a nível nacional, quer internacional, preferencialmente para países do espaço europeu e países de expressão oficial portuguesa, no âmbito da política definida pelo IPV;

d) Participar em actividades de ligação à socie transferência de conhecimento, assim como contribuir para a valorização económica do conhecimento científico;

e) Contribuir para a compreensão pública do conhecimento, da ciência e da tecnologia promovendo e organizando ac disponibilizando os recursos e meios necessários para esses fins.

Esta escola oferece programas em:
  • Português

Veja Licenciatura »

Programas

Esta escola também oferece:

Licenciatura

Licenciatura em Engenharia Informática e Telecomunicações

campus Tempo integral October 2016 Portugal Lamego

O curso de Licenciatura em Engenharia Informática e Telecomunicações visa habilitar, com formação adequada, técnicos com formação superior na área da Informática e das Telecomunicações mas em que a formação interligue uma forte componente técnico-prática, nomeadamente formar técnicos qualificados na área da Informática e das Telecomunicações, de forma a dinamizarem este sector que é vital em termos de modernização local, regional e nacional. [+]

O curso de Licenciatura em Engenharia Informática e Telecomunicações visa habilitar, com formação adequada, técnicos com formação superior na área da Informática e das Telecomunicações mas em que a formação interligue uma forte componente técnico-prática, nomeadamente formar técnicos qualificados na área da Informática e das Telecomunicações, de forma a dinamizarem este sector que é vital em termos de modernização local, regional e nacional. O diplomado em Eng.ª Informática e Telecomunicações deverá possuir as seguintes competências: – Capacidade de comunicar informação, ideias, problemas e soluções a diferentes públicos. – Autonomia na aprendizagem permitindo acompanhar o evoluir das tecnologias com elevado grau de autonomia e o desenvolvimento de novas competências. – Capacidade de diagnosticar problemas e de propor soluções sustentadas através da seleção e interpretação de informação relevante. – Capacidade de se integrar e trabalhar em equipa, evidenciando responsabilidade, iniciativa e tolerância. – Capacidade de agir de acordo com princípios éticos e de responsabilidade social. – Em face de um problema inovar e experimentar novas soluções, à luz das competências já adquiridas, propondo assim, uma melhor solução. – Projeto e Implementação de sistemas Informáticos. – Integração de soluções de hardware e software. – Projeto e Implementação de sistemas de Telecomunicações. – Instalação de infraestruturas de Telecomunicações. – Manutenção e Administração de Sistemas Informáticos. Os profissionais formados em Engenharia Informática e de Telecomunicações deverão estar preparados para exercerem funções em vários sectores económicos que usam os sistemas informáticos, nomeadamente: - Bancos e companhias de seguros; - Empresas industriais e de serviços; - Desenvolvimento de hardware e software para aplicações específicas; - Administração de redes em PME’s, grandes empresas e instituições públicas; - Fornecedores de equipamentos informáticos; - Empresas de serviços multimédia; - Programador de aplicações informáticas e Analista de sistemas; - Administrador de bases de dados; - Engenheiro informático; - Engenheiro de telecomunicações. [-]

Licenciatura em Gestão e Informática

campus Tempo integral October 2016 Portugal Lamego

O curso de Licenciatura em Gestão e Informática, visa formar profissionais competentes em várias áreas e saídas profissionais com empregabilidade. [+]

O curso de Licenciatura em Gestão e Informática, visa formar profissionais competentes em várias áreas e saídas profissionais com empregabilidade. Os Licenciados em Gestão e Informática possuem competências em diversas áreas Económicas e Sociais, nomeadamente, na prestação de serviços de Contabilidade, Fiscalidade, Auditoria e Análise Económico-Financeira. No final do Curso o aluno terá de estar capacitado e habilitado para, profissionalmente, construir soluções adequadas à resolução de problemas das organizações e da sociedade, com a utilização das novas tecnologias e sistemas de informação, tendo como base os conhecimentos adquiridos através de uma sólida formação no domínio das ciências da computação. Estes deverão estar habilitados para o desempenho de uma grande variedade de funções ao nível da Informática, nomeadamente, análise, avaliação, planeamento e gestão de sistemas de informação, bem como, aliando a forte componente de programação, para o desenvolvimento e programação de aplicações. Para além destas competências, os alunos que concluam o curso de Gestão e Informática deverão, para além de outras competências, estar capacitados para: - Analisar, desenvolver e implementar sistemas de informação de apoio à Gestão das empresas; - Elaborar, implementar e consolidar projetos em organizações; - Desenvolver, analisar e implementar sistemas de informação de controlo de gestão; - Elaboração do orçamento de todas as atividades e funções da organização; - Executar, controlar e avaliar o ciclo de gestão; - Organizar plano de distribuição de trabalho, acompanhar a qualidade da execução e observar prazos na elaboração do planeamento; - Elaborar relatórios de acompanhamento, e controlo do orçamento; - Interpretar e elaborar demonstrações financeiras; - Planear, gerir e executar projetos de desenvolvimento de software; - Analisar, conceber e implementar sistemas de informação para as diversas áreas com recurso a metodologias modernas; - Utilizar linguagens de programação, quer estruturadas, quer orientadas a objetos. - Promover a utilização de ferramentas CASE para incremento da rentabilidade dos analistas e designers de sistemas; - Desenhar, implementar e administrar bases de dados empresariais; - Realizar consultadoria e assessoria em gestão empresarial, contabilidade e fiscalidade. [-]

Licenciatura em Gestão Turística, Cultural E Patrimonial

campus Tempo integral October 2016 Portugal Lamego

O curso de Licenciatura em Gestão Turística, Cultural e Patrimonial visa habilitar, com formação adequada, técnicos superiores na área da Gestão Turística, da Cultura e do Património. Deste modo, o curso está estruturado respeitando a necessária ligação entre estas áreas. [+]

O curso de Licenciatura em Gestão Turística, Cultural e Patrimonial visa habilitar, com formação adequada, técnicos superiores na área da Gestão Turística, da Cultura e do Património. Deste modo, o curso está estruturado respeitando a necessária ligação entre estas áreas. Assim sendo, consideram-se como principais objetivos deste curso: - Formar técnicos qualificados, de nível superior, nomeadamente, agentes, operadores e gestores turísticos, capazes de dinamizarem um sector vital para a economia local, regional e nacional; - Formar técnicos habilitados para a gestão do património, de espaços de cultura e lazer; - Desenvolver um espírito empreendedor apto a atuar na criação e na utilização dos espaços, meios e recursos existentes, consciente da necessidade de assegurar o desenvolvimento sustentado das diversas ofertas; - Contribuir, por via da investigação, para incentivar o conhecimento das realidades locais e regionais e dos recursos e potencialidades existentes; - Contribuir para a organização do sector pela diversidade e qualidade das alternativas propostas, de modo a proporcionar ofertas culturais que se ajustem a diferentes tipos de público-alvo; - Divulgar, em colaboração com as regiões de Turismo e os Municípios, as potencialidades da região, com recurso aos diversos meios de comunicação, nomeadamente, às novas tecnologias, criando e dinamizando propostas e alternativas de qualidade; - Promover a salvaguarda do património natural, cultural e patrimonial pelo seu adequado usufruto e divulgação; - Contribuir para o desenvolvimento socioeconómico da região pela criação de emprego nas áreas direta ou indiretamente relacionadas com o sector. Ao nível das competências, pretende-se que o licenciado em Gestão Turística, Cultural e Patrimonial, possua entre outras: - Capacidade de comunicar com vários públicos, designadamente na apresentação e argumentação de informação, ideias, problemas e soluções; - Autonomia na aprendizagem e capacidade de refletir criticamente sobre a própria prática bem como adquirir novas competências de forma continuada; - Capacidade de diagnosticar problemas e utilizar diferentes modelos qualitativos e quantitativos na análise de situações complexas com vista à tomada de decisão; - Capacidade de se integrar e trabalhar em equipa, evidenciando responsabilidade, iniciativa e tolerância; - Detetar oportunidades de conservação e desenvolvimento local e regional através da criação ou requalificação de produtos e de serviços turísticos, de acordo com os princípios de sustentabilidade; - Conhecer e saber analisar que recursos culturais podem chegar a ser produtos turísticos e compreender os usos que pode compatibilizar um bem de património cultural; - Estabelecer relação entre os objetivos da gestão do património cultural com a gestão turística, com o fim de alcançar uma experiência satisfatória turisticamente e legitima culturalmente. [-]

Licenciatura em Secretariado De Administração

campus Tempo integral October 2016 Portugal Lamego

O curso de Licenciatura em Secretariado de Administração pretende formar quadros superiores habilitados ao desempenho de funções em diversas áreas da administração, nomeadamente: de Assistente Administrativo Responsável Administrativo, Assistente de Direção, Secretário(a) de Direção e Administração, Assistente de Planeamento, Assistente de Marketing, Relações Públicas, entre outras. [+]

O curso de Licenciatura em Secretariado de Administração pretende formar quadros superiores habilitados ao desempenho de funções em diversas áreas da administração, nomeadamente: de Assistente Administrativo Responsável Administrativo, Assistente de Direção, Secretário(a) de Direção e Administração, Assistente de Planeamento, Assistente de Marketing, Relações Públicas, entre outras. Ao nível dos objetivos e competências, os licenciados em Secretariado de Administração deverão adquirir uma formação conceptual, técnica e humana que permita um desempenho adequado às funções de um profissional de secretariado, pela aprendizagem de métodos de trabalho eficazes e desenvolvimento de competências a nível comunicacional, nomeadamente: - Compreender a evolução do secretariado e as novas exigências da função; - Distinguir as funções inerentes aos diferentes níveis de secretariado; - Conhecer o perfil do profissional de secretariado; - Adquirir técnicas de circulação rápida da informação; - Adotar um método que facilite o tratamento do correio com eficácia; - Conhecer formas de tratar o correio a expedir com rigor; - Adotar um método que torne o trabalho mais rápido; - Consciencializar para a necessidade de desenvolver um cuidado estético; - Identificar problemas de organização; - Adquirir técnicas para organizar reuniões com eficácia - Conhecer todos os aspetos a ter em conta quanto à escolha e preparação dos locais - Compreender a importância das fichas de controlo para uma organização eficaz - Conhecer as ações a realizar durante e após a reunião - Aprender os procedimentos relativos à planificação de viagens - Conhecer os diferentes tipos de viagem - Distinguir tarefas em função do tipo de viagem - Compreender a importância de uma boa receção na imagem de uma instituição - Conhecer aspetos a ter em conta no acolhimento dos visitantes - Adquirir técnicas de comunicações que favoreçam um acolhimento positivo - Organizar congressos, seminários, colóquios e afins, a nível nacional e internacional. [-]

Licenciatura em Serviço Social

campus Tempo integral October 2016 Portugal Lamego

A Licenciatura em Serviço Social tem como objetivo formar Técnicos de Serviço Social/Assistentes Sociais, conforme definição constante na Classificação Nacional das Profissões. [+]

A Licenciatura em Serviço Social tem como objetivo formar Técnicos de Serviço Social/Assistentes Sociais, conforme definição constante na Classificação Nacional das Profissões. A formação proporcionada será desenvolvida através das seguintes dimensões estruturantes do saber (saber, saber-fazer e saber-ser), nomeadamente: - Conhecer e aplicar os referenciais conceptuais da pessoa humana, construídos pelas diversas Ciências Sociais e Humanas; -Conhecer a realidade social e societal, nacional e comunitária; - Aplicar técnicas, estratégias, procedimentos e instrumentos específicos do trabalho social com indivíduos, grupos e organizações, numa ótica não só remediativa mas também preventiva; -Ser capaz de participar e de liderar a construção, o desenvolvimento e o acompanhamento de projetos de intervenção social, globais e específicos; -Adotar uma postura pessoal de rigorosa ética profissional e de respeito pelos valores humanos e justiça social, bem como ter consciência plena da interligação entre o seu papel de profissional e o de cidadão, nomeadamente como agente de mudança social; -Desenvolver competências de participação e de liderança do trabalho em equipa, numa ótica inter e transdisciplinar; -Desenvolver uma atitude de atualização profissional e investigação permanentes, colaborando ativamente em projetos de investigação-ação. Para além dessas capacidades, o licenciado em Serviço Social deverá estar apto a comunicar com vários públicos, designadamente: na apresentação e argumentação de informação, ideias, problemas e soluções; na autonomia na aprendizagem e capacidade de refletir criticamente sobre a própria prática bem como adquirir novas competências de forma continuada; na capacidade de diagnosticar problemas e utilizar diferentes modelos qualitativos e quantitativos na análise de situações complexas com vista à tomada de decisão; na capacidade de se integrar e trabalhar em equipa, evidenciando responsabilidade, iniciativa e tolerância; e pela capacidade de agir de acordo com princípios éticos e de responsabilidade social. [-]

Vídeos

Polytechnic Institute of Viseu

Instituto Politécnico de Viseu

Contacte

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego - IPV

Morada Avenida Visconde Guedes Teixeira
5100-098 Lamego, Portugal
Website http://www.estgl.ipv.pt/
Telefone +351 254 615 477