Licenciatura em Ciência e Tecnologia Animal

Geral

Descrição do programa

Objetivos e competências

  • Preparação de profissionais licenciados, com formação na área da Ciência Animal, nomeadamente nos âmbitos da biotecnologia, produção animal, segurança sanitária, gestão de recursos faunísticos e capacidade de investigação aplicada;
  • Conhecer as características das diferentes espécies e raças, bem como fatores condicionantes do bem-estar em animais de produção, de companhia ou em ambiente natural;
  • Dominar as técnicas da genética molecular e biotecnologia ao serviço da Ciência Animal;
  • Integrar aspetos quantitativos da bioestatística e tecnologias de informação na Ciência Animal;
  • Avaliar as necessidades nutricionais dos animais, aliadas às tecnologias da produção vegetal e de recursos alimentares;
  • Integrar aspetos da biologia animal com a qualidade ambiental, a biossegurança, a infeciologia e a imunologia;
  • Capacitar para a utilização de ferramentas ao serviço da conservação dos recursos genéticos, integrados no agroecossistema global.

Saídas profissionais

  • Empresas de produção animal, nomeadamente nos sectores da avicultura, ovinicultura, caprinicultura, bovinicultura, suinicultura, aquacultura, apicultura, ou produção de espécies alternativas como a helicicultura ou cinegética;
  • Empresas de transformação de produtos de origem animal, nomeadamente leite, carne e ovos ou seus derivados;
  • Empresas de biotecnologia ligadas à ciência animal;
  • Empresas e instituições da área do melhoramento genético, conservação de recursos faunísticos e gestão integrada de ecossistemas;
  • Empresas e instituições de avaliação e mitigação de impacto ambiental, nomeadamente com redução de emissões e tratamento eficaz de efluentes das explorações, numa perspetiva de produção animal sustentável e integrada;
  • Parques naturais e biológicos;
  • Jardins zoológicos;
  • Reservas de caça e de pesca desportiva ou outras atividades de desporto e lazer, ligadas ao mundo animal;
  • Empresas ou instituições de investigação e/ou ensino em ciência e tecnologia animal;
  • Empresas de produção de alimentos para animais;
  • Empresas de produção e comercialização de produtos veterinários e agro-pecuários;
  • Prestação de serviços no âmbito dos animais de produção, de companhia ou fauna selvagem;
  • Instituições de investigação na área da saúde animal e humana;
  • Empresas e instituições na área do controlo laboratorial da segurança alimentar;
  • Empresas e instituições de controlo da sanidade animal;
  • Organismos oficiais de planeamento, regulação, administração ou fiscalização;
  • Associações e cooperativas de produtores;
Última actualização May 2016

Bolsa de estudos Keystone

Descubra as opções que a nossa bolsa de estudos pode te oferecer

Sobre a instituição de ensino

A Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), criada oficialmente em 19 de Dezembro de 1994 (DL n.º 304/94), é uma das unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Viseu, integrando-se na rede de ensin ... Leia mais

A Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), criada oficialmente em 19 de Dezembro de 1994 (DL n.º 304/94), é uma das unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Viseu, integrando-se na rede de ensino superior público português, ao nível do ensino politécnico. Assim deu-se continuidade à tradição, pois a Cidade de Viseu teve o privilégio de ser pioneira no Ensino Agrícola em Portugal através da criação da Escola Prática de Agricultura de Viseu, por Decreto de 16 de Dezembro de 1852. Ler Menos